segunda-feira, 26 de maio de 2008

Cabo de São Bras



Final de semana prolongado, sol e praia deserta, pode ser melhor? Pode! Cabo de São Brás é uma prainha perdida no meio do nada que tem apenas uma vilazinha de pescadores. O acesso é difícil e só com 4x4 para se chegar.



Foi a experiência mais interessante que eu tive desde que cheguei em Angola. Recebemos a visita de alguns garotos da vila que estavam curiosos em saber quem eram os doidos que estavam acampando na praia.



Três garotos entre 17 e 18 anos que nunca estiveram em Luanda, acham que lá só existem ladrões e maldade, mas que sonham em ir morar no Brasil e casar com uma brasileira. Sonhos vindos das novelas brasileiras que mesmo naqueles confins do mundo podem ser vista em uma única casa que tem parabólica.



Um dos garotos mais falante contou histórias de feitiçaria de como aos 15 anos encontrou a mulher da vida dele e recorreu a avó feiticeira para consquistá-la e como 1 ano depois a mulher já gravida morreu de paludismo. Agora com 17 anos ainda sonhando com a mulher que morreu ele quer uma nova mulher, mas uma só como ele disse, uma para a vida toda...



São nos pequenos momentos da vida que estão a verdadeira felicidade e é na pureza quase infantil de pessoas singelas como nosso novo amigo que eu me apego a esse país que não é meu de nascença mas que me encanta a cada dia mais...

9 comentários:

fernando baião disse...

Angola é realmente um país muito bonito, tem sítios onde o homem ainda não conseguiu estragar, praias lindas, algumas são traiçoeiras, é preciso conhecer, têm fundões que te sugam para o fundo. Por outro lado, acampar em lugares desertos só aconselhar em grupos mais ou menos numerosos, as sequelas da guerra recente, ainda se fazem sentir e os assaltos, infelizmente ainda não pararam. Não estou a amedrontar, tou a chamar a etenção para o cuidado que se deve ter.Que tenhas bons momentos no nosso país é o que te desejo, mas um pouco de precaução nunca é demais.Estamos juntos

Uma Brasileira nas Arábias disse...

Oi, Menina de Angola,
Que lugar lindo mesmo! Deve ter sido uma boa experiência sair um pouco de Luanda e aproveitar esta paisagem.
Fiquei morrendo de pena do menino que perdeu a esposa e dos sonhos que eles têm de casar com brasileiras por conta do que vêem na novela. Esta inocência me corta o coração. Não sei explicar bem o porquê, mas lembro das pessoas pobres do nordeste do Brasil, das dificuldades que passam... Às vezes, podem até ser mais felizes do que nós com o pouco que eles têm, mas eu morro de pena. Bjs, Paty

Bel disse...

Angola tem recantos maravilhosos e muitos deles só mesmo de barco.Bjs

Migas disse...

Vejo que foi um findi bem animado! E que história foste tu desencantar! Às vezes fico a pensar que, se muitas das pessoas que são retratadas por nós nos blogues, imaginassem que falamos deles e contamos um pouco do seu percurso, mesmo que apenas breves momentos da sua vida, abririam um sorriso grandão por se "verem" retratados! Nunca te aconteceu quererem que lhes tires fotos? Mesmo em NZeto, um jovem quis que lhe tirassemos uma foto na água do mar. Só por mera casualidade ele irá ter uma cópia da foto! :o)

Quanto aos conselhos do Fernando, é bom ouvir estas dicas, sobretudo por parte de um angolano. Eu confesso que sou "medricas" q.b. para certas situações. É uma questão de cautela. Em certas regiões é complicado se tirares fotos aos locais, p. ex. Eles não gostam e ficam agressivos pedindo algo em troca. Eu também ainda não viajei muito mas tenho ideia que fora de Luanda as pessoas são menos interesseiras e perigosas. :o)

Beijos

fernando baião disse...

Mais um fim de semana alargado, agora é o dia do pioneiro(criança). Vejam lá,anunciar o sitio para onde vão a amigos ou familiares que fiquem em Luanda, vigilância e boa disposição.

Menina de Angola disse...

Oi Fernando, eu pego onda desde os 11 anos, então de mar traiçoeiro eu entendo rs. Com isso realmente nao me preoculpo, mas as vezes tenho um certo receio de encontrar rejeição do pessoal local, mas o qye vejo é ´que as pessoas fora de luanda são mais amistosas. De qualquer forma nos sempre viajamos em grupinhos e com dois carros para qualquer problema.

Patricia, adoro seu blog! Realmente sair de luanda é a melhor coisa que faço.

Migas... nossa eu me encanto muito com as pessoas que conheço e converso, são tantas as histórias qe ouço acho que poderia escrever um livro so de relatos das mudanças que o povo sofreu com a guerra...

bj

fernando baião disse...

Menina de Angola: Tou com saudades de um post seu. Anda muito calada, será do trânsito infernal, como já disse por aí, agora mudaram o nome de Luanda, passou a ser NOANDA.Bom fim de semana numa praia tranquila, mesmo com o cacimbo em cima.

Menina de Angola disse...

Oi Fernando, eu ando sem inspiração para escrever, talves seja a ausência de novidades e a falta de praia, rs...

Esse final de semana conheci duas praias novas com cacimbo e tudo, logo teremos novos posts, rs

bj

Anônimo disse...

São braz é um ópttimo local para ir à pesca e este próximo fim de semana vai se organizar ali mais um concurso de pesca onde vão estar presentes cerca de 150 pescadores. vai decorrer de Sábado para Domingo e a noite vai estar fria.
rui cristina 923436179