sábado, 12 de julho de 2008

A despedida



Eu queria ter poesia nos dedos para escrever um post a altura do que eu senti quando fiquei sabendo que a minha aliança honesta em Luanda está partindo. Gostaria muito de poder expressar em palavras toda a alegria que eu senti nesses últimos meses em poder compartilhar com ele as dificuldades, curiosidades e claro tudo o que tem de bom em Luanda.

Mas infelizmente não sei como fazer isso. Eu não sou poeta, não sei fazer graça com as palavras eu só sei escrever o que eu vejo. E como sentimentos não se explicam com palavras fica dificil explicar toda a gratidão, respeito, carinho, amizade e alegria que eu sinto por poder contar com alguém tão especial quanto você.

A primeira vez que eu escrevi sobre a minha aliança honesta, todo mundo pensou que eu estivesse falando de algum namoradinho. As pessoas não conseguiam entender que eu estava falando de uma amizade sincera e desinteressada. Uma amizade que ajudou a deixar meus dias mais fáceis, que fez com que eu não me sentisse tão sozinha, tão perdida, tão peixe fora d´água.

Infelizmente ele não aguentou, jogou a toalha. É difícil, eu sei. Além do mais que as condições em que ele vive aqui são muito mais difíceis do que as minhas. Isso é um grande problema para muitos brasileiros que chegam em Luanda. Ficar sem carro, dividir uma casa com muitas pessoas e em alguns casos dividir até o quarto. Privacidade zero!

Se eu já acho ruim que todo mundo sabe tudo da minha vida, imagine ele...

Mas eu não quero falar de coisas ruins, quero é dizer MUITO OBRIGADA por você ter feito parte da minha história em Luanda. E você sabe que essa amizade não termina aqui.

Não vou dizer adeus, mas sim até breve meu amigo! Vai ser feliz!

5 comentários:

Jorge disse...

Hola amigo: quería invitarte que visites el blog que estoy realizando con mis alumnos de segundo año de la secundaria sobre LA DISCRIMINACIÓN.
http://nodiscrimine.blogspot.com
Tema arduo e interesante.
Seguro será de tu agrado.
Tu aporte será valioso
Un abrazo desde la Argentina.

F. disse...

Ei Menina, não fique triste não. Nós do mundo vitual estamos aqui para te confortar também. A Migas agora está em Portugal, mas já estamos combinando um encontro entre blogueiros quando ela voltar. Você, obviamente, faz parte dessa família lá da Casa. Sabes disso, né? Só não te chamei para ser autora porque o seu blog é essencialmente igual à Casa mas as portas estão sempre abertos. Tamos juntos, ya.

Menina de Angola disse...

Puxa F. obrigada pelo carinho!!! Vcs já fazem parte da minha rotina em Angola. Precisamos mesmo marcar esse encontro e colocar o papo em dia.

um beijao

Migas disse...

O jeito é mesmo habituarmo-nos ao adeus, até já, ou como quisermos chamar-lhe. É estranho despedirmo-nos de alguém que faz parte da nossa rotina e perguntarmo-nos: será que nos iremos reencontrar? Porque às vezes a origem geográfica não é tão fácil para promovermos um econtrozinho. Mas como disse o F., estamos por aqui! Bora lá agendar o encontro entre blogueiros ex-pat (detesto esta palavra) em terras de angola! :o)

Beijos

Elis disse...

Fiquei curiosa p saber como vc foi parar na Angola...