segunda-feira, 8 de dezembro de 2008



O Grupo Amigos por Angola é uma organização não governamental formada principalmente por expatriados que cansaram de ver tanta pobreza. Em vez de reclamar do governo, que tem tanto dinheiro e nada faz para mudar a realidade de milhares de crianças, o GAPA resolveu unir forças e fazer um pouquinho para trazer o mínimo de alegria para algumas crianças carentes. Afinal elas não têm culpa nenhuma da enorme desigualdade social desse país.



No último domingo os amigos se reuniram para entregar mais de 500 kits de brinquedos para crianças carentes da comunidade do Catete. Fomos bem cedo e na estrada, ainda bem longe da igreja pentecostal onde seria feita a entrega dos kits, já víamos as crianças caminhando na estrada. Vinham em grupos, com irmãos levando os irmãos mais novos nas costas, de mãos dadas, com o coração a mil e os olhinhos cheios de brilho.



É impossível descrever a emoção que se seguiu a nossa chegada. Mais de 500 crianças sentadinhas, organizadinhas, quietinhas nos olhando cheias de expectativa pelo seu pacotinho.



Antes da entrega o pastor fez uma oração de agradecimento e todas as crianças, de olhinhos fechados, mãozinhas unidas em posição de prece oraram em agradecimento. A energia daquele momento foi tão intensa que não teve um só dos Amigos que não tenha chorado, mesmo que as lágrimas não tenham escorrido pela face.



O momento mais difícil para os Amigos foi ver que no final os kits não foram suficientes, faltaram aproximadamente 50. Algumas crianças choravam por não ter o seu pacotinho, outras simplesmente nos olhavam com aquele olharzinho de desilusão que acaba com a gente. Elas não vão ficar sem presentes, mas vão ter de voltar à igreja em outro dia para pegar. A frustração delas só não é maior do que a nossa...



O ato foi simbólico, apenas alguns brinquedos para poucas crianças, não vai mudar o futuro de ninguém, não vai diminuir o sofrimento de ninguém... Mas, tem alguma coisa melhor nesse mundo do que o sorriso sincero no rosto de uma criança? A carinha de felicidade de crianças que nunca tiveram um brinquedo na vida?



A gente não pode mudar a realidade difícil dessas crianças, mas podemos sim trazer um pouquinho de alegria para elas.

No próximo final de semana o GAPA irá fazer mais duas entregas, serão mais 1.500 kits e para isso precisa de ajuda tanto financeira quanto física para a montagem dos kits e distribuição.



Quem quiser ajudar deixe um comentário com o e-mail para contato.

6 comentários:

Anônimo disse...

Menina,
Eu estou desidratado de tanto choro só em ler o seu relato - imagine se tiver a oportunidade de ir com vcs no sábado.
Pode contar com cinco voluntários malucos loucos para viver essa emoção tb.
o meu email é: praujo@gmail.com

X, da Casa de Luanda

Anônimo disse...

Uma coisa que e muito importante se lembrar, com essas organisacoes e de definir bem o que e a pobreza. Para mim, a pobreza nao e a falta de brinquedo mais a falta de amor. Eu acho que dar um brinquedo nao vai ajudar uma crianca de jeito nenhum. O que ajudaria a crianca e de dar uma mao e um sorriso para ela, e de ir brincar com ela. E impressionante como a nossa sociedade de consumo muda as nossas ideias sobre a riqueza e a felicidade. Nao estou falando que os bens materiais nao sao importantes, mas que muito mas importante do que eles e o amor.

Menina de Angola disse...

Michel, sem dúvida nenhuma amor é sempre o mais importante. Mas vale lembrar que estamos falando de crianças que muitas vezes nunca ganharam um brinquedo se quer na vida. A proposta do GAPA é levar um pouco de alegria a essas crianças nao apenas entregar brinquedos o que nos queremos é que as pessoas participem brinquem e se integrem com essas crianças também.

bj

kandanda disse...

Quando se é deserdado pela sorte e bafejado persistentemente pela pior doença que é a pobreza total pura e simples, tudo que possamos fazer pelos que dela padecem é ganho para lhes acender uma luz de esperança...apenas constatar e ficar-se pela pena, não chega para incandescer o pavio da resistência!
Menina de Angola manda para o meu mail mais coisas sobre o GAPA...j2mseravat@gmail.com

Anônimo disse...

Escqueci de falar que os meus comentarios estavam sobre a nossa sociedade em geral, pois as vezes a gente prefere dar um dinheirinho/brinquedinho para "calar a boca dos pobres" ao invez de dar amor e tempo... Nao estava falando negativamente do GAPA...
Michel

Neusa Cleunice Dias Pinho disse...

Oi Menina de Angola, acabo de ver o seu blog, e confesso que fiquei muito comovida com o vosso gesto tão pequeno, mais tão grande, tão nobre, mais acima de tudo muito solidário.. Parabéns GAPA, pelo facto de uma vez ao ano lembrarem dessas criancinhas e assim proporcionarem um momento de alegria, é claro que brinquedo não seria a prioridade dessas crianças, pois elas precisam de muito mais, como educação, alimentação, calçado e vestuário. Mas para isso, precisa-se de recursos, tanto financeiros como materiais e daí também o apoio fraternal, que se baseia em dar-se o amor, mas claro que isso tem que ser devagar e bem não é, porque se já dão brinquedos hoje, amanhã darão muito mais!!
Que Deus vos abençoe..