segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Gripe Suína avança pelas beiradas



Quando os efeitos da crise econômica mundial começam a ser esquecidos, uma outra crise ameaça o mundo, dessa vez não se trata da saúde econômica e sim da saúde humana.

A gripe suína como é popularmente conhecida tem se expandindo pelo mundo com uma velocidade assustadora e já ganhou status de pandemia, não pela sua periculosidade, mas sim pela velocidade com que se espalha.

O México foi o epicentro da pandemia e hoje todos os continentes já estão afetados. Na África já são 5 os países com casos confirmados, no site flu traker map é possível acompanhar a evolução da doença no mundo.

Em Angola ainda não foi detectado nenhum caso da nova gripe o que no mínimo é suspeito visto a quantidade de expatriados que entram e saem do país todos os dias e a inexistência de controles nas fronteiras e aeroportos. Mas especulações a parte o governo garante estar preparado para conter uma epidemia no país. Existe hoje um estoque de Tamiflu suficiente para atender mais de 20 mil casos.

No entanto, a pergunta que não quer calar é: estará à rede pública de saúde apta a diagnosticar corretamente os casos de gripe suína? A distribuição indiscriminada de Tamiflu não pode agravar a doença?

Mesmo com a pandemia se alastrando, não há motivo para pânico, algumas ações simples como lavar as mãos podem conter o avanço da doença. O mais importante é que o enfermo ao perceber os sintomas procure um médico, pois a medicação tem mais efeito se ministrada nas primeiras 48 horas. Não é o vírus H1N1 que mata e sim outras doenças que podem vir a se desenvolver caso o paciente não seja tratado, como por exemplo, pneumonia.

Veja abaixo como se prevenir e os principais sintomas do Influenza A.

Quais são os sintomas?

Quem possui gripe suína ou gripe humana sente:
•Febre repentina;
•Febre superior a 38 graus;
•Febre que dura 3 a 4 dias;
•Fadiga, prostração;
•Dores musculares pelo corpo;
•Dores nas articulações;
•Dor de cabeça;
•Dor de garganta;
•Coriza (nariz escorrendo);
•Tosse seca (sem catarro);
•Diarreia;
•Vômitos;
•Depois que a febre termina a tosse pode durar mais 3 a 4 dias

A doença pode evoluir para uma pneumonia. Neste caso os sintomas da pneumonia são:
•Febre Alta;
•Tosse;
•Dor no Tórax;
•Alterações da Pressão Arterial;
•Confusão Mental;
•Mal-estar generalizado;
•Falta de Ar;
•Secreção de muco purulento de cor amarelada ou esverdeada ou cor de tijolo, as vezes com rajas de sangue;
•Toxemia; e
•Prostração.

Você deve ficar em alerta caso esteja sentindo os sintomas acima e tenha passado por uma das situações abaixo:

•tenha retornado de viagem no exterior (Argenina, Chile, EUA, México e outros países onde existem muitos casos de gripe);
•tenha retornado de viagem em cidades do Brasil onde existem muitos casos de gripe suína;
•tenha tido contato direto com pessoas que estiveram nestas localidades;
•tenha tido contato com pessoas que estão com suspeita de gripe suína;

A forma mais grave da gripe suína costuma se desenvolver em pessoas que já tem problemas de saúde como os listados abaixo. Caso esteja com sintomas da gripe procure um médico.

•Pessoas com doenças respiratória e cardíaca;
•Transplantado que usam medicamentos que baixam a imunidade;
•Diabetes, Aids ou insuficiência de algum órgão como os rins;
•Pessoas que sofrem de hipertensão;
•Pessoas com obesidade mórbida;
•Mulheres grávidas;
•Crianças com menos de 2 anos;
•Idosos;

Como a gripe é transmitida?

Em casos registrados nos últimos anos, a doença foi contraída por pessoas que tiveram contatos com criações de porcos, mas não há registro de que o mesmo tenha acontecido no atual surto. Ela está sendo da mesma forma que a gripe comum: por via aérea, de pessoa para pessoa, por meio de espirros e tosse. Os especialistas apontam que, normalmente, as partículas com vírus viajam por até um metro de distância.

As pessoas podem transmitir o vírus antes mesmo de sentir os sintomas e depois de já terem melhorado. Os vírus da gripe suína podem ser encontrados não apenas nas secreções nasais, mas nas fezes.

Os vírus da gripe também sobrevivem por dias ou até mesmo semanas em superfícies secas. Evidências apontam que as pessoas podem se contaminar ao encostar em superfícies contaminadas --como teclados e maçanetas-- e depois tocar nariz, olhos ou boca.

Como prevenir a doença:

1.Evite contato direto com pessoas doentes.
2.Cubra seu nariz e boca se por a caso for tossir ou espirrar.
3.Evite ao máximo tocar no nariz, boca e olhos, se for mesmo necessário lave as mãos antes.
4.Se você ficar doente, procure ficar em casa e restringir o contato com outras essoas, para evitar o contagio.
5.Lave as mãos sempre, com água e sabão, álcool também é ótimo para higienizar as mãos.

Fique atento, pois os sintomas da gripe suína são muito parecidos com aos da gripe comum, você pode ter: febre, letargia, falta de apetite e tosse.

Em algumas pessoas esta gripe pode provocar: coriza, garganta seca, náusea, vômito e diarreia.



Se você ou algum familiar tiver com estes sintomas procure um médico.

3 comentários:

LadyFrodo disse...

i keep thinking i have it, but i only have three or four of the symtons.

Anônimo disse...

Menina de Angola,
Os homens.....
Os homens.....
Veja este vídeo.

http://www.youtube.com/watch?v=CcgCBiyGljM

Beijos
Massaroca

Jaime Correia disse...

menina de angola por sinal avera meios para trabahar em angola sou potugues e este pais que am tempos avia trabalho justiça e respeito agora com este governo so esiste miseria e fome se poderes da uma ajuda obrigado