sexta-feira, 17 de julho de 2009

Um giro de 180° pelas gruas de Luanda.



Todo mundo sabe que Angola passa por uma grande transformação, que o mercado imobiliário está a todo vapor, mesmo com a crise que assola o país as construções não param.

Abaixo seguem algumas fotos que ilustram bem as mudanças que estão ocorrendo na cidade...

Embaixada dos EUA e ao fundo uma obra dos chineses


Refinaria de Petróleo, a única de Angola até o momento


Porto de Angola, com filas intermináveis de návios. Já existe um projeto de ampliação com transferência para a região da Barra do Dande.


Torre Ambiente, misto de residencial e comercial na baixa de Luanda. Vista privilegiada da Baia.


Baia de Luanda, já está um curso de requalificação total, com passeios e equipamentos de esportes para os usuários.


Fortaleza de São Miguel, fechada para reforma há mais de 6 meses e sem data para reabrir.


Torre do Atlantico, entregue ano passado. Localizado de frente para a Baia. Na parte da frente escritórios e nos fundos residencias. Ao lado o prédio do BPC e ao fundo as gruas dos novos arranha céus de Luanda.


Prédio da Sonangol e Tour Elisée, ambos entregues em 2008.


Prédio histórico do BNA, um dos poucos preservados em Luanda. Ao fundo as obras para aterrar a baía, um verdadeiro atentado ao meio ambiente.


Sana Vip Hotel, primeiro hotel 5 estrelas de Angola, as obras estão aceleradas para que fique pronto para o Can. Alguém aposta nisso? Ao fundo o prédio da Assembléia e a direita o prédio colorido dos chineses. A noite várias luzes ficam acesas formando painíes coloridos, desenhos animados e etc.


Ao centro o Skina Vip Hotel, mais um que corre contra o tempo para atender o CAN. A esquerda um prédio residencial, provavelmente o Kaluanda.


Zimbo Tower e Kinaxixi Residence, ambos residenciais no coração do Kinaxixi.


Banco Espírito Santo, últimos retoques para a inauguração. A direita no canto de baixo pode-se ver as obras do Kinaxixi Complex que será erquido onde ficava o famoso mercado Kinaxixi e a estátua da Rainha Ginga, que aliás ninguém sabe onde foi parar.


O famoso prédio da Cuca e o Prédio da Lagoa abandonado desde 1975, foi invadido e tornou-se uma verdadeira favela vertical. Existem vários projetos para demolição do mesmo, que se tornou uma verdadeira bomba relógio.


Comandante Gika, um grande complexo com residenciais de alto luxo, torre de escritórios e shopping. A esquerda o Ed. São Paulo, tambem de alto padrão como tudo que é feito em Angola. A direita é possível ver as gruas do Solar do Alvalade e o Hotel Alvalade outro símbolo de Angola.


Hotel e Cassino Intercontinental, outro hotel de 5 estrelas para atender a forte demanda da cidade.


Cemitério Alto das Cruzes, localizado numa das regiões mais nobres da cidade, ao lado do Intercontinental e em enfrente a embaixada dos EUA.


Three Towers, outro complexo residencial e comercial com a melhor vista da cidade.


E como Angola não para de crescer, mais um prédio à nascer na Baixa de Luanda. Provavelmente mais um residencial da Total.


Alguém ainda tem dúvidas que Angola está a mudar?

11 comentários:

Rui disse...

Boas.
Queres dizer, Luanda, ou estas mesmo a falar de angola?
as fotos sao bastantes descritivas.
bom trabalho.

X disse...

Menina, que ótimo esse post. Me trouxe mts saudades daí. Faça fotos daquela rua onde trabalhamos e nunca nos encontramos, por favor. E cd a Rainha Ginga? Tente descobrir.

Roseane, disse...

Depois dessas fotos e seus comentários, eu não tenho dúvida que Angola não pára de crescer e que um dia ainda vou aí.

ANNA MATHAYA disse...

Belo apanhado! gostei de ver! Algumas vezes quando vemos um edificio novo nos perguntamos: o que havia mesmo aqui??? Mas o grande sonho é que a mudança nao seja somente estrutural, mas tbm uma mudança de mentalidades, leva tempo mas cheega!! ta chegando!

Menina de Angola disse...

Rui,

As fotos são de Luanda, mas as mudanças estã em todo o vapor por toda Angola.

X, o que eu sei é que a rainha foi retirada para as obras e que quando tudo ficar pronto vão colocar uma nova Ginga novinha em folha. É capaz de terem levado ela para o museu das forças armadas da Fortaleza que continua fechado para reformas.
Quanto as fotos da nossa rua, vou ver se consigo algumas esse final de semana.

Roseane, espero que venha mesmo.

Anna, isso é o que todos nós esperamos, mas não tenho dúvidas. Se pararmos para pensar nas mudanças de mentalidade que ocorreram no Brasil nos últimos 20 anos, não resta dúvida que Angola vai mudar e muito também. Principalmente nas questões sociais e ambientais.

Guidinha Pinto disse...

Caí aqui e me deixei levar pela memória e pela emoção. Estive em Luanda há tantos anos ... morei na Rua Salvador Correia, em plena Baixa. Estudei na Escola Comercial Vicente Ferreira. Aprendi a nadar nas águas límpidas da baía de Luanda, na ilha com o mesmo nome.
O que aqui vejo e agradeço ter visto, são construções, apenas isso. Betão. O desenvolvimento de um País, de um POVO começa por aqui? Quem vai morar nesses arranha-céus? Os operários em construção(lembro Xico Buarque)? Os deslocados da guerra na periferia de Luanda, que eu olho e me arrepio, na internet?
A sua reportagem merece parabens. Mas nos mostre também as escolas, os hospitais, o povo nas ruas, os mercados abastecedores de alimento... há muito mais coisas que poderia fazer o favor de nos mostrar. Já que está por aí :)
Eu volto. Gostei muito.
Até.

fernando baião disse...

Boa reportagem, Luanda a crescer, mas os problemas do nosso Povo continuam por resolver, apesar de umas das palavras de ordem do Partido no poder ( que é o meu), já desgastada de tanto uso, é " Uma das nossas prioridades é resolver os problemas do Povo"
Guidinha, eu também estudei na Vicente Ferreira, na Liga Africana.

Menina de Angola disse...

Guidinha,

Infelizmente as águas da baia já não são limpidas e o cheiro é péssimo. Pra falar a verdade logo nem mais baia vai haver já que a mesma está sendo aterrada.

Existem muitas faculdades e hospitais sendo construidos, existem vários projetos profissionalizantes também e várias habitações populares estão sendo construidas, mas tudo isso só acontece nas periferias de Luanda onde as minhas lentes não alcançam. Luanda, aquele em qual vc cresceu está se tornando um bairro de elite, só realmente quem tem muito dinheiro consegue viver ali.

Fernão, pois é os problemas do povo não desapareceram da noite pro dia, o pouco que se faz ainda não é suficiente para mudar a carencia dessa povo tão querido.

Anônimo disse...

Essas novas edificações não significam desenvolvimento humano do povo angolano. Hoteis 5 Star, Shopping, mas o povo ainda morre de fome, de raiva. Falta agua, luz, pão, e acima de tudo DEMOCRACIA, Liberdade de expressão e imprensa, enfim ainda estamos mto longe do desenvolvimento

Assinado: Lil Rover The Boss

Menina de Angola disse...

Menina !

Estou adorando seu Blog, esta sendo muito útil para mim que vou chegar aí a trabalho em outubro.
Fiquei muito mais tranquilo com as informações do seus post . Bom trabalho !!!!
Beijos

Anônimo disse...

Muito bom trabalho !
Para mim que estou a caminho de Angola a trabalho, este blog está sendo fundamental para entrar na realidade deste povo sofrido...

Obrigado